Novo filme dos X-Men: o que presta e o que broxa?

Fomos ver “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”, que estreou aqui no Brasil no último 22 de maio. Para quem não está muito a par, este é o quinto filme do segmento X-Men (sem contar os filmes do Wolverine), que narra a história dos mutantes em um futuro distópico. Alerta de Spoiler: O mundo está uma desgraça, cheio de robôs caçadores de mutantes, os Sentinelas. Para tentar resolver a questão, um pequeno grupo de mutantes fodões enviam a consciência de Wolverine (ou Carcajú) para o passado, a fim de evitar o futuro miserável em que eles estão vivendo. Veja o trailer:

Embora estivesse concorrendo com a estreia de Malévola (que estou receoso em assistir), os ingressos estavam bem concorridos. Mas vamos ao que importa.

Porque presta!
O mérito foi conseguir juntar o elenco da trilogia original e dessa nova safra. Com um roteiro bacana, o diretor Bryan Singer conseguiu o perdão por ter abandonado X-Men 3 para dirigir Superman – O Retorno .

hugh-jackman-pelado-x-men32

Além do mais, independente da complexidade (ou falta dela) da narrativa, quem é fã sempre se realiza em qualquer dos filmes X-Men. Além de Hugh Jackman pelado, Jennifer Lawrence continua interpretando Mística – a melhor mutante ever. Aliás, justiça foi feita e a personagem apresentou em “Dias de um Futuro Esquecido” a relevância merecida. Kitty (Ellen Page) também teve papel decisivo na salvação dos X-Men, embora Ellen já fosse nossa querida desde Juno, e ganhou nossos corações quando saiu do armário publicamente. Os atores estão impecáveis, parabéns Ian McKellen (Magneto) e Patrick Stewart (Professor X).

Como bônus para nossos olhos, temos os colírios mutantes Nicholas Hoult (Fera), Lucas Till (Alex Summers), Evan Peters (Mercúrio) e Booboo Stewart (Apache).

xmen1

Os acontecimentos históricos amarrarem a narrativa também são ponto alto, aproximando a história de um bando de mutantes numa terra distópica para nossa realidade. O Easter Egg depois dos créditos explodiu nossas cabeças imaginando o que virá em X-Men: Apocalypse (sim, já está garantido mais um filme) em 2016. E para finalizar, as cenas de ação e efeitos especiais são show a parte. Fiquei literalmente de boca aberta maravilhado com a cena em que Mercúrio salva Wolverine e cia dos guardas da prisão. Pra mim já valia o filme. Não achei ela completa, assim veja trechos dela nesse vídeo:

Porque broxa?
“X-Men: Dias de um Futuro Esquecido” praticamente ignorou Tempestade, Vampira, Jean Gray e Ciclope (dentre outros). Tá bom que provavelmente os três últimos já estejam mortos no futuro apresentado, mas Tempestade, não. E estar lá o tempo todo como figurante de luxo fez parecer obrigação contratual.

_1395668539

Outra coisa que broxa, e quem tem relação direta com este filme, mas com o próximo, é que Jean Grey, Ciclope e Tempestade já foram confirmados, porém com NOVOS ATORES. Tá que Halle Berry fez nada neste, mas mudanças de elenco não são animadoras.

Voltando ao “Dias de um futuro Esquecido”, alguns críticos chegaram a reclamar do “excesso” de mutantes e os malabarismos narrativos da obra. O jornal britânico “Telegraph“chama-o de uma “bagunça de mutantes”. Concordamos que, devido a um número excessivo de personagens, o filme realmente não dá conta de todos eles. Mas acho que Singer dá conta de apresentar sua versão sem deixar nada desamarrado.

O quanto vale: somos suspeitos, mas achamos que, de 0 a 10, “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido” tá valendo 8.

_1395668628

Quem dá nota menor que essa se acerta com Magneto.