SER DIFERENTE É NORMAL | CURTA ‘GOLDEN’

Quem nunca se sentiu deslocado perante toda a sociedade? Ou então achou que não se encaixava em algum determinado padrão?

É isso que o diretor e produtor Kai Stänicke quis retratar em seu curta metragem “Golden”. A fotografia fica nas mãos de Thomas Schneider, com uma visão impecável e olhar deliciado, que acaba provocando mais emoção ao curta.

Em uma sociedade totalmente opressora, onde as pessoas não lidam bem com diferenças, Golden as retrata não como negativas, mas únicas. E por mais que seja difícil conviver com elas, as pessoas douradas percebem que não estão sozinhas!

Sabe aquele velho ditado que diz que “ser diferente, é normal”? É isso que o curta deseja retratar. Confira o vídeo:

Autoria: Kevin Poliser